25 de julho de 2010

As festas da cidade e a Chica

E assim os anos se passavam, na minha cidadezinha do interior, festas é o que não faltava.

Festas de inauguração, de carnaval, festas do dia das mães, de São João, de São Pedro, festa de aniversário da cidade, festa do padroeiro. (Só da Igreja eram umas três por ano) Festa do dia dos pais, festa das debutantes, festas de formatura, festas de natal e ano novo enfim, tudo era motivo para festas.

Cidade pequena todo mundo sabe da vida do outro e quem vai aparecer com a roupa da festa passada? 
Ninguém. Para não fazer feio. Para não ser alvo de comentários. 
- Você viu? Fulana vestiu a mesma roupa da festa de... (Não lembro a ocasião), porque eram festas pra não acabar mais. Cada uma mais importante que a outra! 
O Clube da minha cidadezinha do interior era freqüentado pelas pessoas mais ilustres, e as mulheres exibiam os seus trajes confeccionado com muito esmero e capricho com os tecidos encomendados, vindos do Rio de Janeiro ou São Paulo e colocados nas casas das costureiras com muito segredo para ninguém ver, nem a cor, nem o modelo daquela obra prima! 
Eu não participava é claro! Com meus, agora 08 ou 10 anos, prá onde iria? A não ser as festas do Padroeiro que duravam uma semana.Ficava sabendo das noticias na casa da Chica, com meu olhar e agora ouvidos de RAIOS-X. 
Festa lembra roupa nova. 
E roupa nova lembra de quem? Da Chica é claro. Era preciso reservar vaga, senão nem sei contar o que seria! 
Olhava para a minha heroína se descabelando, dia e noite, as clientes apressadas, vendo à hora chegar o dia da festa e o traje não está pronto! 
- QUEM MANDOU SER COSTUREIRA? EU DIZIA. 
- E as roupas lá de casa, você vai fazer quando? Agora eu era exigente e chata também e a Chica nesses dias de festas, ficava mais chata ainda! Agora a minha observação tomava outro rumo, como via a Chica com a fita métrica medindo ombros, pinces, cós e etc., comecei a fiscalizar também. 
- Chica, minha mãe falou que quando eu crescer vou ser costureira! 
- Chica eu vou ser costureira? 
- Vai ser costureira e uma costureira chata! Voltava prá casa, pois se não chegasse antes das cinco horas, vinha um portador me buscar. 
Em casa falava prá minha mãe: 
- A chica falou que vou ser uma costureira chata!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita ao blog da Chica Chata!