19 de janeiro de 2013

Dona Chiquinha e os conselhos das comadres


Aquele medicamento caiu do céu, era tudo que um ser vivente como a dona Chiquinha, precisava. 
Eu agora sou outra, dizia, caia o mundo em cima da minha cabeça que não estou nem aí, pensei, que alivio a dona Chiquinha que só vivia stressada e brigando até com as paredes.
Que pessoinha mais complicada era esta hem! Mas encontrou um medicamento para esse mal de stress e agora vive na paz! Pode dar-lhe uma bofetada que ela diz: ofereço a outra face.
Pois bem a dona Chiquinha e seu remédio. Até que um dia resolveu por conta própria parar de vez de tomar achando que o seu stress estava curado.
E assim fez. Sem consultar médico, porque agora as comadres encheram a sua cabeça de susto, que tinha de parar de tomar remédio e coisa e tal.
Eu bem que avisei. Vai ao médico, pergunta primeiro se deve ou não parar, não toma decisões sem orientação para não se arrepender depois.
E assim fez.
1º dia sem o remédio: maravilha
2º dia sem o remédio: tudo na santa paz
3º dia: eu não falei que estava curada? Diz ela com um sorriso que ia de uma orelha a outra!
4º dia: beleza
5º dia: tudo em paz
6º dia dona Chiquinha diz que parece que está na menopausa, tanto é o calor que está sentindo, mas como nem lembrava do remédio falei: é que está fazendo calor mesmo!
7º dia dona Chiquinha diz que está sentindo calor e formigamento no corpo inteiro
8º dia dona Chiquinha parecia que estava elétrica,
9º dia não dormiu, passou a noite no deita e levanta rondando pelo meio da casa tomando chá disso e daquilo pra dormir.
10º dia estava parecendo uma pipoca, e se não corro era bem capaz dela me bater só porque eu disse vá se receitar com suas comadres, que elas te ensinam um remédio bom.
11º foi ao médico que depois de um belo sermão lhe receitou de novo o mesmo remédio e agora em dose dupla
12º como o efeito do remédio ainda não tinha entrado em ação, quando as comadres chegaram colocou todas pra correr e se alguém não chegasse em tempo bem capaz que estivesse correndo até hoje.
Mas... Passaram-se os dias e lá para o 20º dia ouvi alguém comentar, a senhora voltou a tomar remédio de novo? Ela calmamente respondeu: graças a Deus e só paro quando o médico mandar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita ao blog da Chica Chata!