5 de agosto de 2014

Será que é fim de mundo? 3ª parte!

Danou-se tudo! a Zumira fumava mais que uma caipora. Nesse tempo não era proibido fumar em ambientes fechado. E a Zumira com o seu cigarro na boca e suas baforadas, empesteava tudo de fumaça fedorenta.
E foi num desses dias que quase toca fogo no prédio.
Apagou o cigarro mal apagado, e jogou o cigarro na lixeira próximo da mesa.
E mal a Dona Patolina chega em casa o telefone toca!
-Corra Dona Patolina, a sra está colocando fogo no prédio!
Como?
Respondeu a pagadora de pato. Se eu estou na minha casa como posso está pondo fogo! E eu sou lá mulher de colocar fogo em coisa nenhuma?
Me respeite sujeito!
Dona Patolina não entendeu o recado, e só depois de cair a ficha foi que percebeu o que estava acontecendo.
Correu pro escritório feito uma doida varrida e lá chegando quase desmaia.
Juro por tudo que é mais sagrado que o mundaréu de gente era grande. Tinha policia, bombeiro, bloquearam o transito e ainda por cima os moradores do prédio quase degolam a Dona Patolina.
E tudo aconteceu bem assim: da calçada do outro lado da rua, alguem viu uma fumaça saindo pela janela do prédio e em dois minutos arrombaram a porta da Dona Patolina que ao chegar encontrou toda a sala coberta de pó branco. Poderia ter sido um grande incêndio não fosse alguem ter percebido a fumaça.
O cigarro mal apagado da Zumira queimou o cesto e um pedaço do carpete.
E depois a Zumira declara:
Pode deixar! eu pago o prejuízo. O erro é meu e devo pagar! Se quiser eu assino uma declaração
Olha só! Pagar com o que?
Conclusão da história: a Dona Patolina falou:
Não mulher! tu não teve culpa! tu não fez isso de propósito, foi um acidente e pode deixar que eu reformo tudo!
Não mulher! eu pago, dizia o tamborete mal intencionado.
Mulherzinha besta essa Dona Patolina viu? quase foi linchada e degolada na portaria do prédio.
Pois fiquei tiririca! de longe!
Pense aí numa mulher besta! Pensou? Pois era ela mesma. A Dona Patolina. Acho que a Zumira fez foi enfeitiçar a Dona Patolina com aquele benzimento ou então colocou o nome dela dentro de um litro de mel! E estava lá a coitada afogada na besteira!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita ao blog da Chica Chata!